Proibido, ilegal ?!

Ilegal não deveria ser uma palavra proibida ao invés de designar algo proibido?
Em nosso dia a dia nos deparamos com certas situações que nos fazem temer, pelo fato de serem consideradas, diante da sociedade,ilegais.
Desde o Éden, quando a primeira "proibição" foi submetida ela não fora obedecida. Mesmo diante do medo, Eva não conseguiu controlar-se e desobedeceu a ordem de Deus. Talvez, se Deus não tivesse dito nada, ela nem sequer teria chegado perto da árvore.
Até hoje somos assim, curiosos e teimosos, afinal, somos humanos e sempre estamos a procura de novas sensações, seja ela de prazer, de suspense ou até mesmo de dor.
A palavra "proibição" nos chama para um combate, um combate que jamais saberemos os resultados se não enfrentarmos. É claro, eu não quero dizer que devemos ser liberais a ponto de fazermos tudo o que julgam ser "errado",limites existem, quero apenas expor o que sinto no momento, pois, agora vejo que, talvez se não existisse ilegalidade seriamos pessoas melhores, mais leves," livres" e menos imprudentes.
Não estaria, você, sendo uma vítima do "ilegal"? Pense nisso!


Rebeca Thomé Costa

12 comentários:

Ana disse...

ah sei lá viu huahauha
mas dá pra refletir com isso hmm
gostei do blog :] lindo ele
http://bittersweetzpace.blogspot.com/

Celma Araújo disse...

pois é...ta aí algo pra se refletir....
mto bom o seu texto! bjs

idealss. disse...

eu adorei o texto, é muita verdade, parece que quando é proibido, nós temos mais vontadade de fazer o errado, e mimi
parabéns !
aa , e estou seguindo :D

Marcos Lima disse...

Que o proibido nos chama bastante atenção, disso não temos dúvida! Mas por mais que seja proibido, não necessariamente algo é ilegal. Ilegal vai de encontro à uma lei, pré-estabelecida, e uma proibição pode ser apenas no âmbito pessoal, da consciência de cada um. Mas que ambos são prejudiciais e, ao mesmo tempo, nos chamam a atenção, isso é a mais pura verdade!!

Raíla Guimarães disse...

É, deu pra refletir bastante com isso!

http://railag.blogspot.com - visita?

Gabriela Alves ♪ disse...

Realmente, a proibição acaba nos fazendo fazer o que é proibido. Querendo ou não, somos assim, curiosos mesmo.
Amei o blog, seus textos. Parabéns *-*

Zélio Marulo Jr. disse...

Muito bom seu Blog, o texto está excelente.

Mas é como dizem, se quiser que alguém note alguma coisa ponha uma placa escrito "Não Olhe".

Grande abraço.

www.bloginoportuno.blogspot.com

Bons Ventos!!

Liss disse...

Td o que é proibido é gostoso e chama mais atenção. *-*
aushuashuahsu
Mas temos q pensar tb q sem limites o mundo poderia está mais de cabeça para baixo do q atualmente, acho q por isso existe a proibição.
Se bem q, às vezes, nós msms somos vítimas da proibição imposta por nós mesmos. Nossa consciência. Ou imposta pela sociedade, já q muitas vezes nos vemos limitados, pensando q se fizermos aquilo, seremos julgados e punidos de forma errada.
É por isso q não devemos nunca nos preocupar com o q acham da gente. Devemos fazer sempre o q acharmos melhor para nós mesmos. Exceto se a atitude provocar alguma dor ou dano a nós e/ou a terceiros...
beeeeeijo \o/

Neto de Castro disse...

"Regras foram feitas para serem quebradas!"

ótimo texto, como sempre.. (:

Beijão, Reba!

Os Apestosos disse...

OII CURTI MUITOO O SEU BLOG *-*
hum.. esse texto é tão dinamicoo!
realmente as COIZAS QUE SÃO proibidas e inposta para nós , agente qué por que qué dar apenas ´´uma espiadinha´´! HAHAHA!

Achei seu blog no orkut! SEGUINDO! :D

PASSA LA
http://osapestosos.blogspot.com/

espero que curte!

sarah castro disse...

curti bastante seu blog , belo texto :)
ta de parabéns
se procurar por parceria *-*
http://memoriasadeumalguem.blogspot.com/ - visita se possivel? '-'

Liliana Lacerda disse...

É um texto ótimo! E tanto pela imagem, como pelo conteúdo me lembra Crepúsculo. Que, por acaso, faz parte de uma super promoção que tá rolando no meu blog!

Não deixe de participar! E parabéns pelo sucesso!
(http://lilianalacerda.blogspot.com)

Postar um comentário

______

Minha foto
"A palavra que é escrita talvez seja a que mais fala; traduz o que o peito grita sempre que a boca se cala."
Ocorreu um erro neste gadget